Buscar
  • fcbreder

Conselhos de escrita que não funcionam pra mim (mas podem funcionar pra você e tá tudo bem)




Não existe receita de bolo: cada autor (e cada livro) vai ser um processo diferente. Nada que eu falo nesse perfil é regra absoluta, porque é impossível ser, geralmente só compartilho coisas que aprendi com base na minha experiência, estudando ou pesquisando.


Então hoje resolvi fazer diferente e compartilhar dois conselhos que nunca deram certo pra mim, mas podem dar certo pra você e tá tudo bem, porque não tem certo ou errado nisso.


✍️ Escreva todo dia

Nunca consegui e só ficava frustrada. O importante desse conselho é entender que não é pra escrever só quando tiver “inspirado”, se você quer fazer da escrita uma carreira, é um trabalho: você precisa escrever faça chuva ou faça sol, separar tempo pra isso. Mas eu trabalho o dia todo, tem dia que preciso cozinhar ou lavar roupa, tem dia que tô com enxaqueca, escrever todo dia pra mim não dá. E tá tudo bem. Eu separo meu tempo pra escrever sextas, sábados e domingos (e até por isso nunca posto nesses dias).


📃 Tenha uma ficha de personagem

Esse aqui pra mim é total “faça o que eu digo, não faça o que eu faço” 😅

A ficha é o lugar onde você vai anotar todas as informações dos seus personagens, não só nome e idade, mas também coisas sobre a personalidade, quais os objetivos e obstáculos dele na trama, entre outros pontos. Tem várias templates diferentes com sugestões e, dependendo do gênero do livro, o que você precisa ter nessa ficha pode variar (por exemplo, em uma fantasia, anotar se tem poderes e quais, etc).

Eu não faço nada disso 😅 Eu gosto de desenhar uns esboços, talvez faça uma lista com todos os nomes pra ver se não tem nenhum parecido demais e meio que é isso. Mas mesmo assim eu sei tudo sobre meus personagens, desejos, defeitos, só tá tudo na minha cabeça e não numa ficha. Doida, né?

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo