Buscar
  • fcbreder

Seu livro deve ser volume único ou parte de uma série?




Sinceramente? Siga seu coração.


Mas tem alguns pontos a serem considerados.


Para autores iniciantes, a vantagem do livro único é que não afasta os leitores que podem não querer se envolver com uma série sem conhecer seu estilo de escrita, ou que não queiram ficar esperando a continuação sair pra saberem como a história acaba.


Mas, por outro lado, se o leitor lê o primeiro livro de uma série e gosta, maiores chances de que ele queira ler seus próximos livros, porque ele vai querer acompanhar.


Existem 2 estilos de séries:

As que tem um arco maior, ou seja, cada livro, embora tenha sua história individual, é também uma peça do quebra-cabeça, como em Jogos Vorazes, ou Percy Jackson.

E as que seguem uma “fórmula”, ou seja, os livros seguem um padrão e podem até ser em ordem cronológica, mas você não precisa ler todos pra entender. É comum nos livros de detetive, mas também é o caso de Bridgerton (cada livro segue um casal de protagonistas diferente) e Discworld, que é de fantasia.


Pra escrever uma série, você vai ter que dedicar mais tempo planejando e precisa ter o cuidado de que todos os livros dela sigam o mesmo tom narrativo (exemplo: se o leitor gostou do livro 1 porque ele era engraçado, o livro 2 não pode, do nada, ser super sério o tempo todo, vai ser frustrante). Outro cuidado é evitar que fique repetitivo (nada de todo livro ter a mesma trama) e também não encher linguiça só pra alongar e render mais livros.


Já um livro único precisa ser sobre o maior evento que vai acontecer na vida do protagonista, uma coisa que não vai se repetir, e precisa ter um final em si próprio. Outra vantagem é poder ter um final mais surpreendente, por exemplo: sem uma sequência já revelando que o protagonista sobrevive à batalha final.

E se você quer experimentar escrever um gênero diferente do que está acostumado, ou “testar” qualquer coisa, melhor tentar com um volume único, que vai exigir um investimento menor (do seu tempo mesmo, planejando, escrevendo, etc).


Também é sempre possível ter uma ideia nova para os mesmos personagens ou no mesmo universo e transformar o que inicialmente seria um volume único em uma série…

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo